Educação Ambiental e Manejo Sustentável de Quelônios na Amazônia Oriental
JOSE PEDRO DE AZEVEDO MARTINS
Marabá - PA
CrowdfundingMeio ambienteEducação
R$ 0,00
Campanha sem meta financeira.
No sudeste do Pará, região de elevado grau de antropização e de atividades econômicas como a mineração, o agronegócio e a metalurgia, ameaçadoras dos ecossistemas pela destruição da floresta e pela degradação dos habitats originais, têm promovido o desaparecimento acelerado de indivíduos das espécies de quelônios aquáticos  no rio Tocantins. A Educação Ambiental, popular e escolar, integrada ao Manejo Reprodutivo Sustentável de Quelônios, que vem sendo desenvolvida pelo Projeto Quelônios do Sudeste do Pará, nesta região pode, pela soltura anual de milhares de filhotes e pelo envolvimento da população regional em programas de informação, formação e preservação ecológica, contribuir gradativamente para o aumento das populações dessas espécies de animais nesta parte da Amazônia Oriental

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

O consumo de quelônios na região Amazônica é um hábito arraigado na população regional sendo, pelo seu agradável sabor e alto valor proteico, uma iguaria muito apreciada pelas populações das grandes e médias cidades, o que tem levado e elevado a caça e a comercialização ilegal de ovos e indivíduos adultos. Tais atitudes, juntamente com o desenvolvimento da caça e da pesca predatória que, muitas vezes, sustenta e é sustentada por uma cadeia internacional de comercio ilegal da fauna e da flora silvestre dessa região, têm contribuído imensamente para a diminuição das populações de quelônios e para o aumento das listas oficiais de espécies ameaçadas de extinção.

Particularmente, no rio Tocantins, na região da foz do rio Itacaiúnas, no município de Marabá e adjacências, no estado do Pará, esse quadro se agrava com o avanço da urbanização, da industrialização e da agropecuária. Empreendimentos que prevêm a utilização do canal do rio como hidrovia para o escoamento da produção e o desmatamento intencivo do pouco que resta da floresta amazônica original. No trecho do rio que vai da cidade de São João do Araguaia mais a montante até a cidade de Itupiranga a jusante, passando pela cidade de Marabá, bem como nos rios que formam a bacia do rio Itacaiúnas afluente do Tocantins, ocorrem inúmeros tabuleiros de desovas de espécies de quelônios. São áreas constituídas por bancos de areia que se transformam em extensas praias fluviais na época da desova, entre os meses de junho a dezembro. Nessa época, também, é bastante intenso o movimento de turistas, de ribeirinhos, caçadores clandestinos e atravessadores à cata de ovos e indivíduos das espécies que procuram esses tabuleiros para desova. O consumo indiscriminado, somado à destruição e ocupação desordenada do ambiente natural, provocam um declínio acentuado das populações de quelônios da região, tornando algumas espécies dependentes de conservação e proteção.

A campanha, aqui proposta, se volta pra a arrecadação de recursos para manter vivo o projeto de manejo de quelônios na região mencionada visando o aumento da população de indivíduos dessas espécie associado ao estudo científico de sua dinâmica ecológica em região com as características que esta apresenta, tudo isso aliado a um programa de educação ambiental que aproxime e envolva as comunidades escolar e popular da região, das atividades de manejo, estudo e conservação de espécies da fauna, da região do rio Tocantins, que vêm sendo desenvolvido pelo Projeto, ou seja, pela educação ambiental, sensibilizar as comunidades ribeirinhas, do campo e das cidades, para a necessidade e possibilidade de construção de valores e atitudes que promovam ações de proteção e manejo sustentável de quelônios nos rios Tocantins e Itacaiúnas na altura do município de Marabá.

Nessa jornada partimos do pressuposto que a Educação Ambiental é uma ferramenta extremamente importante para sensibilizar, conscientizar, informar e formar cidadãos para Sociedades Sustentáveis. Promover a Educação Ambiental é fundamental dentro de propostas de desenvolvimento local sustentável. Por meio dela, se trabalha a consciência ambiental, a valorização da ética, a mudança da relação homem - ambiente e a efetiva participação da população nas tomadas de decisões sobre o futuro dos ecossistemas regionais. Por isso, através de diferentes práticas e metodologias, a Educação Ambiental formal ou informal tem exercido relevante papel em nosso país, servindo para despertar crianças, jovens e adultos para uma vida integrada com o ambiente natural rumo a um equilíbrio ecológico por meio de uma relação sustentável para com o meio ambiente. 

Os recursos arrecadados nesta campanha, serão empregados para a manutenção e fortalecimento do Projeto Quelônios por duas vias: uma para a constituição de um grupo de educadores empenhados no desenvolvimento de um programa de educação ambiental que vise sensibilizar populares, do campo e da cidade, para a causa ambietalista e o quadro socioambiental regional e em introduzir esta temática e a prática ambientalista sustentável nas escolas regionais; por outra via, visando a participação efetiva da população, o valor arrecadado será empregado na manutenção de uma base central de operações e na formação, ao longo das margens do rio, de núcleos familiares ribeirinhos de manejo sustentável de quelônios, especificamente no treinamento dos integrantes desses núcleos e no seu fortalecimento a partir do fornecimento de materiais, equipamentos e cestas básicas às famílias envolvidas.
A equipe do Projeto Quelônios de Marabá é formada por professores, pesquisadores, técnicos e estudantes da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), mestres e doutores especialistas nas áreas de educação e meio ambiente e por ONG's socioambientalistas qua atuam na defesa dos direitos humanas e do meio ambiente.

Contribua com o que puder porque no financiamento
coletivo 20 reais de cada pessoa faz uma grande diferença!

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

R$ 0,00
Campanha sem meta financeira.
JOSE PEDRO DE AZEVEDO MARTINS
Marabá - PA
CrowdfundingMeio ambienteEducação
Campanha lançada em 29/12/2021

Campanha Flexível

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Mais de 300 milhões de reais

Contribuídos para projetos variados

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.