OVOS QUE SALVAM VIDAS NO VALE
Edson Fernandes Gomes gomes
Rio de Janeiro - RJ
VaquinhaCaridade e FilantropiaCausas e Comunidade
0 Kick da meta de 1900000 kicks
0%
Quero participar!

Vou deixar aqui o nosso projeto  para o seu conhecimento ;

PROJETO OVOS QUE SALVAM VIDAS NO VALE

 

  1. Este projeto segue sob a orientação da ONG RIO GOSPEL, que desde 2008 vem desenvolvendo vários projetos sociais na Região do Vale do Jequitinhonha e Vale do Mucuri, região com o menor IDH da América latina, que está situada no Norte do Estado de Minas Gerais.

 

  1. Este Projeto pioneiro será implantado na Comunidade do São Roque, cidade de Itaobim – Vale do Jequitinhonha – Minas Gerais

 

 

  1. Este projeto tem com finalidade dar visibilidade e Voz aqueles que hoje são chamado de invisíveis, já que não são conhecidos e nem tem voz. A anos atendendo as famílias carentes desta região, hoje estamos o criando o PROJETO : UMA GRANDE EM CADA COMUNIDADE , este projeto além de ajudar na alimentação da comunidade com a doação de ovos para suprir as necessidades imediatas, estaremos ensinando a técnica para criação de galinhas e todas as famílias que concluírem o curso de COMO CUIDAR DE GALINHAS estarão recebendo 4 franguinhas e um frango para criarem e também estaremos disponibilizando algum empregos para jovens e adolescente, já que há uma grande carência de oferta de mão de obra na região.
  2. Para o sucesso deste projeto já temos um terreno onde pretendemos construir uma galpão para criação inicial de 300 galinhas.
  3. As famílias interessadas em participarem do projeto deverão participar do curso de como criar as galinhas que já estamos entrando em contato com a EMBRAPA para ministrar este curso e aquelas que se saírem bem irão receber as suas matrizes das galinhas para dar inicio as suas criações. Neste curso eles irão receber ensinamentos sobre: alimentação, ambientalização, higienização, vacinas, e reprodução.
  4. O nosso publico alvo para este projeto são os jovens e adolescente, porém cada família pode ter várias pessoas no curso, sendo que só será disponibilizada uma kit para cada família.
  5. A EMBRAPA será a nossa principal parceira neste projeto e todo projeto de ensino no trato com as aves serão de responsabilidade dos técnicos da EMBRAPA.
  6. Após a implantação do projeto, quando o mesmo já estiver em funcionamento ele será alto sustentável, já que trabalhando com galinhas poedeiras e galinhas de corte, vamos ter condições de venda destes animais e de ovos, vendas essas que ficarão a cargo de uma equipe que formaremos de pessoas da própria comunidade, oque dará emprego e renda para muitos que hoje vivem entre aqueles que o governo chama de invisíveis ( sem renda alguma).
  7. Os RECURSOS PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROJETO HOJE SÃO aproximadamente R$:20.000,00 , assim relacionados.
  8. Construção de um galpão de 60 metros quadrados para 300  aves :

1.500 tijolos = R$ 1.200,00 /  30 sacos de cimento = R$ 900,00  / 1 caminhão de areia= R$ 900,00 / 5 metros de pedra = 620,00 / 5 metros de areia = R$ 600,00 R$  / 26 madeiras roliças de eucalipto R$820,00 /  48 telhas de amianto = 1.920,00 / 2 rolo  de tela R$ 730,00 / 1 caixa d’água Eternit  R$ 400,00 /  24 metros de cortinas para fechamento R$ 600,00 /  instalação elétrica R$ 860,00  / mão de obra R$ 3.000,00 .

Compra de 300 pintainhas R$ 3.000,00 / Estrutura para alojar as pintainhas 300

R$ R$ 400,00 / sistema de aquecimento para as pintainhas R$ 300,00 / Comedouros infantil R$ 120,00 / bebedouros infantil  R$ 350,00 / Ração inicial R$ 600,00  -  Valor total  17.320,00

         12- Como  Recursos Humanos para funcionamento  deste projeto                  vamos buscarapoio técnico da EMBRAPA, e no dia a dia iremos contar com um Gerente geral que será voluntário (não remunerado)  ; Um administrador voluntário com uma ajuda de custo de ½ salário mínimo por mês  e 4 voluntários, que serão jovens e adolescentes que irão receber uma ajuda de custo mensal de ¼ do salário mínimo para atividades de meio expediente, manhã de 08 as 11:00 ou tarde de  14:00 as 17:00hs , revezando conforme o horário de funcionamento do horário escolar.

  • Com este planejamento teremos o seguinte gasto com ajudas de custo mensal com pessoal :

Administrador ------------------------------------------------------  R$ 620,00

Voluntários- serviços gerais ------- ----------------------------- R$ 310,00

 

14 – Custo mensal com a ser adicionados:

Ração, vacinas, compra de pintinhas,=  400,00

CUSTO TOTAL DO PROJETO : ...............................r$    18.650,00

 

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

CRIAÇÃO DE GALINHAS POEDEIRAS / E GALINHAS DE CORTE 

 

Em todo o território nacional vem crescendo a quantidade de criadores de galinhas caipiras, onde anteriormente só se encontrava pessoas que trabalhavam na agricultura familiar.

Na agricultura familiar essa atividade desempenha um papel muito importante na subsistência e na comercialização de ovos e aves, onde atua como uma renda emergencial ou complementar da família.

Mas cada vez mais as galinhas caipiras vem tomando o gosto dos criadores e se tornando uma alternativa para escassez de empregos no Brasil e se configurando como fonte principal de renda principal para muita gente.

Para desenvolvermos um projeto de criação de galinhas devemos nos ater a algumas normas básicas , tais como:  exigências de manejo, sanidade, profilaxia, alimentação, instalações e higiene adequados para uma criação viável.

Essas exigências não são complicadas nem muito onerosas, e podem viabilizar uma exploração mais rentável. Mas isso não dá o direito do criador achar que é só dar comida e pronto…

As galinhas caipiras comumente utilizadas pelos produtores não têm raça definida, possuindo rusticidade característica, havendo, no entanto, a necessidade de um trabalho de melhoramento genético para produtividade em relação à reprodução, número de ovos e ganho de peso.

Existem algumas raças como a Label Rouge que tem um desenvolvimento precoce e pode ser utilizada como galinha caipira.

Neste projeto buscamos ajudas para  montar uma estrutura para conseguir montar uma estrutura mínima como obter uma  criação de galinha caipira, de modo adaptado às condições do pequeno produtor.

 

Estrutura.

As instalações em qualquer avicultura são indispensáveis para que exista uma produção rentável, seja para subsistência ou comercialização.

Quando as aves são criadas soltas existe uma série de problemas que podem ser resolvidos com as instalações, devido o produtor poder controlar melhor o manejo higiênico e  sanitário, a prevenção de doenças, a proteção contra predadores, a produção de ovos, sendo todos fatores importantes para o sucesso da criação.

 

Como montar um galinheiro para galinhas caipiras

 Noções básica

Para uma criação de galinhas caipiras existe a obrigação da existência de piquetes ou áreas externas abertas para as aves poderem expressar suas características ancestrais.

Os galpões, ou galinheiros, são as bases de apoio para alimentação, manejo sanitário, zootécnicos, dentre diversas outras práticas essenciais para uma criação de sucesso.

Dependendo do formato escolhido pelo produtor do seu sistema caipira, os galpões podem variar, mas serão poucas as mudanças.

 

Galpão para galinhas caipiras galpão de galinhas

- Como montar um galinheiro para galinhas caipiras | Noções

O material para construção do Galpão para as 300 galinhas esta descrito em nosso projeto

É importante, que as instalações atendam às exigências técnicas de manejo e higiene para que não ocorram problemas de doenças nas aves causando grandes prejuízos ao produtor.

Escolha do Local.

Para facilitar o manejo, recomenda-se construir o galinheiro próximo à casa do produtor.

Além disso você precisará de um local seco, ventilado, de pouca declividade (evitando a formação de poças de água). Base de encostas nem pensar.

É importante que o local possua uma vegetação que pode ser do tipo secundária, como capoeira, e de preferência que possua árvores para o sombreamento.

Piquete.

Para que haja um controle da criação, existe a necessidade de que em volta do galinheiro seja construído um cercado, cuja área dependerá do número de aves criadas.

Essas áreas cercadas são chamadas de piquetes.

Para cada ave adulta será necessário 1 a 2 aves por m², ou seja, para 50 galinhas serão necessários de 50 a 25m². Caso a criações mais rústicas, com um único piquete, utilize a densidade de 0,5 aves por m². Caso utilize piquetes rotativos, utilize 2 aves por m², com uma rotação de 15 dias.

Dentro deste piquete não há empecilho para árvores frutíferas, ou outras plantações de árvores, sendo estas benéficas para o sombreamento das instalações e proteção das aves.

O ideal é que existam dois piquetes de criação para que haja um rodízio das aves entre eles, ajudando no manejo a fim de que o galinheiro não utilizado possa ser higienizado periodicamente, e para que haja um descanso da vegetação.

 

Material.

O material utilizado na construção das cercas serão  varas de madeira, bambu, ou se preferirmos poderemos utilizadas telas de arame ou de malha de duas polegadas de 2m de altura.

Galpão ou Galinheiro.

O galpão tem a seguinte de proteger as aves contra o excesso de sol e chuvas, evita a predação, abrigando as aves durante à noite e facilitando o manejo, melhorando a produção.

Na criação de galinhas de  postura é infinitamente fundamental ter um galpão minimamente seguro e confortável para as galinhas caipiras.

As aves deverão ser vacinadas e medicadas. E o produtor deverá  observar qualquer alteração que ocorra nas aves com rapidez para poder tomar as devidas providências.

A causa das doenças das aves não é devido estarem presas num galinheiro, como pensa a maioria dos produtores, mas porque não existe um manejo higiênico sanitário adequado e um controle de vacinações para evitar as doenças mais freqüentes em uma avicultura.

Galpão para galinhas caipiras –

Como montar um galinheiro para galinhas caipiras

A densidade ideal é a de 5 aves por m² dentro do galpão. Para linhagens de aves menores existe a possibilidade de ter mais aves, mas recomendamos as 5 aves como padrão. Lembrando que as aves em um ambiente que gere o bem estar animal ajuda na produção sensivelmente.

Antes de iniciar a construção, devemos analisar como funciona o clima da região. Verificar a posição da nascente e poente e se existe grande mudanças durante o ano.

Na construção do galpão iremos utilizar a analise a posição do poente/nascente. Então a construção deve ter suas “pontas” nessas direções.

Estamos também estudando a direção o vento e chuvas para ter uma estrutura preparada para essas épocas do ano.

Telhado.

No telhado poderá ser utilizado as seguintes telhas: amianto, alumínio e cerâmica. Preferimos  a utilização de telhados convencionas de cerâmica devido a uma boa absorção de do calor.

Mas nada impede que utilizemos outros materiais, tento sempre atenção na altura do galpão (o chamado pé direito).

 

 

Beiral do galpão

Faremos com o mínimo de 90 cm, podendo a chegar , de 1m a 1,2m para evitar qualquer tipo de surpresa.

Na hora da confecção do beiral temos que tomar cuidado para  garantirmos  que a água que escorre do telhado não caia para dentro do galinheiro. Também que os respingos do chão não desviei para dentro.

Iremos ter uma caixa d agua  posicionada para armazenar esse bem precioso e tão escasso em nossa região.

Piso.

O piso será preferencialmente, cimentado e com uma cama adequada.

O único empecilho para se cimentar o piso é a questão valor, porém é um investimento que vale muito a pena. Mas se realmente não puder ser feito, utilizaremos  o chão batido mas teremos a obrigação de varrer todos os dias para tirar a poeira e as fezes dos animais para que as mesmas não infiltrem no solo junto com possíveis focos de doenças.

piso de cimento

Importante atentarmos para  que o piso fique  pelo menos 20cm mais alta que a externa, para evitar a entrada de água no galinheiro, sendo importante também a utilização de cama que pode ser feita de serragem (maravalha), de palha de arroz ou de capim seco picado, tomando-se o cuidado de utilizar o devido manejo higiênico e sanitário.

Paredes.

As paredes do galinheiro serão construídas por tijolos e  telas de arame ou de malha de duas polegadas.

A parte de tijolos terá como base de 3 fiadas nas lateriais e as pontas (nascente/poente) fechadas totalmente. Nas laterais, acrescentaremos  telas (para proteção contra invasão de aves silvestres) e lonas (para proteção contra o frio, chuvas e correntes de ar).

Daremos  importância não no material utilizado e sim na construção em si e na nossa observação, para evitar possíveis fugas das aves.

As paredes devem ser rebocadas pois, paredes rebocadas tendem a ter menos ocorrências de parasitas e assim será mais fácil a realização de  desinfecções .

 

 

Contribua com o que puder porque no financiamento
coletivo 20 reais de cada pessoa faz uma grande diferença!

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

0 Kick
da meta de 1900000 kicks0%
Edson Fernandes Gomes gomes
Rio de Janeiro - RJ
VaquinhaCaridade e FilantropiaCausas e Comunidade
Campanha lançada em 10/07/2021

Campanha Flexível

Recompensas

R$ 20,00

R$ 20,00

(0% desconto)

CD.MISSIONÁRIO DA CANTORA MARISA DE PAULA

UM CD ESOECIAL DA CANTORA MARISA DE PAULA DO RJ. FEITO ESPECIALMENTE PARA AJUDAR A OBRA MISSIONÁRIA NO VALE DO JEQUITINHONHA E VALE D MURUCURI COM MUSICAS INÉDITAS.

Kick único

0 kicks

Entrega prevista: 12/2021

Frete a cobrar

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Mais de 300 milhões de reais

Contribuídos para projetos variados

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.